Cronologia – PlayStation 2

Este post não é para contar a história do PlayStation 2, mas sim datar os acontecimento até o final de sua história, então nos acompanhe.

1999 – A Sony realiza um evento para jornalistas no Japão para revelar o PlayStation 2, um console de 128-bit, retrocompatível e que utiliza o DVD como mídia de jogos. O anúncio  veio para intimidar a Sega, que lançara seu Dreamcast meses antes em território nipônico, as especificações indicam que o PS2 processa até 75 milhões de polígonos por segundo, e até 20 milhões com todos os efeitos ligados – A  máquina da Sega em comparação, gera 3 milhões em condição de jogo. No evento, o design do videogame não foi revelado – Ken Kutaragi, Presidente da Sony Computer Entertainment e pai do PlayStation , apenas introduziu demostrações de tecnologia: a já famosa sequência do patinho de borracha na pia, a modelo digital Reiko Nagase ( de Ridge Racer) caminhando e a sequência de dança entre Squall e Rinoa ( de Final Fantasy VIII, antes em CG, agora rodando em tempo real.

Em Setembro  em uma coletiva dias antes da Tokyo Game Show, a Sony finalmente confirma o “PlayStation 2″” como o nome oficial do seu próximo console e revela o design inusitado da máquina: linhas retas, laterais estriadas, predomínio de cor preta, logo em azul e a possibilidade de usar o console na vertical ou na horizontal. “O design do novo PlayStation representa enertia sendo emanada da Terra nas vastas imensidões do espaço. O elemento água está presente no logotipo azul do console”, elabora o designer Teyu Goto ( que também criou o visual do PS1 e PS3). Ken Kutaragi exibe o DualShock 2 (com todos os botões analógicos) e o novo Memory Card (com capacidade de 8MB), confirma que o console irá rodar filmes em DVD e anuncia o lançamento para março do ano seguinte, com inéditas 1 milhão de unidades disponíveis.

2000 – Perto do lançamento do PS2 no Japão, o nome Final Fantasy se associa ao console no evento Square Millennium. Fato inédito, de uma só vez, três novos jogos da série são anunciados. E não eram remakes ou algo assim, mas três episódio numerados: FFIX, um retorno as origens medievais no PS1, FFX, a estreia da série no PS2 e FFXI, um MMORPG para PC e PS2 inspirado pelo sucesso de Everquest. A Square também anuncia seu serviço PlayOnline, que se valeria das capacidades de rede do PS2 – FFX, por exemplo, ofereceria um guia do jogo online, mas este recurso acabou sendo cortado da versão final por falta de tempo.

Em março o PS2 é lançado no Japão. Dezenas de pessoas começaram a formar filas em frente as lojas dias antes. Na manhã do dia 4, milhares de pessoas tomavam as ruas de Shibuya, Shinjuku e Akihibara, o distrito dos eletrônicos em Tóquio. Jornalistas do Japão e do mundo, incluindo a mídia não especializada, estavam por lá para cobrir o acontecimento. Mais de 700 mil unidades do PS2 foram vendidas naquele final de semana, e o número beira a 1,5 milhões de consoles ao final de março. Os jogos mais vendidos no lançamento são Ridge Racer V (233.391), Kessen (101,844) e Street Fighter Ex 3 (76.389). O governo japonês impõe restrições a importação do console por receio de que ele seja usado para aplicações militares.

No mês de Julho de 2000 Durante o evendo Siggraph 2000, em Nova Orleans, nos EUA, a Sony demostra o GSCube, uma estação gráfica construída com 16 PS2 trabalhando em paralelo. Direcionado aos estúdios de animação, com o propósito de renderizar cenas com mais agilidade, o sistema é capaz de gerar imagens em tempo real a uma resolução de 1920×1080 pixels e 60 quadros por segundo – sim, 1080p de resolução no ano 2000! O GSCube foi utilizado por exemplo no filme Final Fantasy: The Spirits Within e, como o filme da Square Pictures, bombou – fontes indicam que todas as unidades foram devolvidas para a Sony e desmontadas.

Em Outubro de 2000 a Sony Computer Entertainment America lança nos EUA, no dia 26, o PlayStation 2. O console chega ao mercado ocidental pelo mesmo preço de lançamento do PS1 (US$299) e vende 681 mil unidades na primeira semana. Um mês depois, o sistema chega a Europa e, ao fim do ano, já acumula 6,4 milhões de unidades vendidas pelo mundo.

2001 – Janeiro, Onimusha da Capcom é lançado no Japão e torna-se o primeiro jogo a ultrapassar a marca de 1 milhão de unidades vendidas. Seguindo os moldes de Resident Evil, mas ambientado no Japão feudal, o jogo foi inicialmente desenvolvido para PS1, mas o projeto foi então movido para o poderoso console sucessor.

Mês de Julho, é lançado o pacote PlayStation BB Unit no Japão, um combo de Network Adapter + HD de 40GB. O adaptador de rede permite jogar online títulos como Auto Modelista, Hot Shot Golf Online e Capcom Vs SNK 2. O disco rígido possibilita a instalação de arquivos para acelerar os loadings de Xenosaga Episode 1, Kingdom Hearts, Ace Combat 4 e dezenas de outros jogos. O HD também pode armazenar uma versão do sistema operacional Linux.

No mesmo mês, Final Fantasy X chega o Japão e torna-se o primeiro título de PS2 a ultrapassar a marca de 2 milhões em vendas – soma 6,32 milhões em todo o mundo. É o primeiro da série com gráficos totalmente poligonais e também o primeiro a ter diálogos falados. Tornou-se o jogo favorito dos japoneses – ocupa o topo de uma lista com os 100 melhores jogos segundo os leitores da revista Famitsu.

Em Outubro a polêmica Rockstar Games lança Grand Theft Auto III e inaugura o gênero dos jogos de mundo aberto. A estrutura de missões é flexível o bastante para permitir que o jogador deixe a história de lado e explore o mundo a vontade. O jogo é aclamado de forma unânime e serve de molde para centenas de jogos.

Novembro de 2001, o mestre Hideo Kojima já havia estreado no PS2 com Zone of the Enders, um jogo de combate entre mechs, mas sua mais esperada obra era mesmo Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty, revelado pela primeira vez na E3 anterior, em maio de 2000, MGS2 chega e redefine o potencial do PS2 com seus efeitos de chuva, cenários interativos e sombras dinâmicas. No enredo, Kojima surpreende a todos ao substituir o héroi Solid Snake pelo novado Raiden, e frita o cérebro dos jogadores com seu desfecho filosófico.

2002 – Xenosaga Episode I: Der Wille zur Macht torna-se o primeiro jogo do PS2 a ser lançado em um DVD-9, ou seja, um DVD de dupla camada, com capacidade de armazenar até 9 GB. Pudera: você passa horas e horas assistindo a cutscene com diálogos dublados. Outros jogos que saíram em DVD-9 incluem God of War I e II, Gran Turismo 4, Metal Gear Solid 2: Sibstance e Rogue Galaxy.

Em Maio, estreia no Japão Final Fantasy XI, que abandona a tradição da série e envereda pelo território dos MMORPGs, tão em voga na época. O jogo é instalado no HD do PS2, requer conexão a internet com o Network Adapter e o pagamento de mensalidade. Torna-se o primeiro MMORPG entreplataforma (disponível no PS2, PC e Xbox 360, e compatível entre jogadores de todos os sistemas) e entreregião (reunindo jogadores americanos, europeus e japoneses, com um robusto sistema de mensagens automaticamente traduzidas). Também é, provavelmente, o primeiro jogo de console a receber patch de atualização. Final Fantasy XI já recebeu quatro expansões e continua sendo jogado até hoje.

Em agosto de 2002, a jogatina online do PS2 chega em grande estilo aos EUA com o Network Adpter, com conexão banda larga ou via linha discada. A Sony organiza um torneio online entre jogadores de Nova York e São Francisco, cidades da costa leste e oeste americanas, para demostrar as qualidades de seu sistema de jogo em rede sem mensalidades. SOCOM U.S Navy SEALs é o carro-chefe da empreitada, com partidas entre até 16 jogadores divididos em esquadrões e comunicação de voz via headset.

Link para a Parte 2

%d blogueiros gostam disto: